23/01/2017

RESENHA: SETE MINUTOS DEPOIS DA MEIA NOITE - PATRICK NESS

                    Exibindo IMG_20170120_144929208.jpg
Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. 
A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido. 
O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade. 
Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los.

Título: Sete minutos depois da meia noite
Autor: Patrick Ness
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 160
Ano de publicação: 2016
Avaliação:    ★  
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ao iniciar a leitura de Sete minutos depois da meia noite, confesso que não esperava muito por ser um infanto juvenil. E é quando você menos espera de um livro que ele mas te surpreende. Neste conto conhecemos o Conor, um menino de 13 anos que viu seu mundo virar de ponta a cabeça quando descobriu que a mãe tinha câncer. Desde então sua vida se resumiu ter pesadelos, ser ignorados por seus amigos e ter um valentão o rondando na escola. Até que uma noite ele começa a receber a visita de um monstro que lhe conta histórias e não vai partir até ouvir a verdade.
Essa é a aquele tipo de leitura que você conclui em menos de um dia. Não só por ser uma história curta mas também pela escrita envolvente do Patrick Ness que te faz devorar a história. Com uma narrativa em terceira pessoa, vamos sendo cativados pelo protagonista e aos pontos conhecendo suas insegurança nos conectando a ele.
      “A sensação do pesadelo de apossando dele, transformando tudo ao seu redor em escuridão, 
      fazendo tudo parecer pesado e impossível, como se lhe pedissem que erguesse uma montanha 
      com as próprias mãos e não o deixassem ir embora antes que o fizesse”. 

Posso afirmar que perdi a conta de quantos nós na garganta e lagrimas rolaram durante essa leitura. Mesmo sendo um infanto juvenil, o autor não nos poupa de sentir com a mesma intensidade cruel e verdadeira a dos de Conor diante de tudo o que está acontecendo.
Emocionante do inicio ao fim, essa leitura vai te marcar, te fazer refletir e partir seu coração e te mostrar que dizer a verdade as vezes é necessário, mesmo que você não consiga.
Mesmo que a resenha tenha ficado pequena, não diminui em nada a admiração que tenho pelo livro e e valor que dou para essa leitura. Pelo contrário, te dar a oportunidade de mergulhar nessa leitura e se emocionar tanto quanto eu nessa história incrível sabendo somente o básico necessário para te convencer a ler. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário